Como começar a falar do cuscuz? Mais que um alimento, o cuscuz é um elemento cultural brasileiro e, mais especificamente, nordestino de história rica e extrema relevância para milhões de cidadãos.

Com origem traçada ao Império Romano em 300 a.C, a receita original levava trigo e fazia parte da culinária da África Menor (Marrocos, Argélia e Tunísia) na época. Com a colonização portuguesa da área no século XV, o cuscuz passou a fazer parte da mesa da elite lusitana no século posterior, com presença até em peças teatrais naquele tempo.

A partir da chegada dos portugueses no Brasil, o cuscuz ganhou uma repaginada. A abundância de milho encontrada nas terras brasileiras resultou na troca do ingrediente principal do prato, o trigo, pela farinha de milho. Assim surgiram os primórdios do cuscuz nordestino, mais parecido com o africano, que acompanha até hoje alimentos como carne de sol, ovos, manteiga ou leite.

A receita então se disseminou pelos bandeirantes até o Sudeste do país, sendo incrementada com caldos, recheios e carnes (tradicionalmente o peixe Bagre). Hoje, o cuscuz é consumido em todo o Brasil, com uma enorme diversidade de versões para todos os gostos e com elementos de todas as regiões, se consolidando como um símbolo da diversidade cultural brasileira.

No Dia Mundial do Cuscuz, trazemos a você 10 opções de receitas feitas com a iguaria!

Cuscuz de charque e creme de queijo coalho

A combinação cuscuz + charque + queijo coalho já é uma queridinha nas casas nordestinas, mas é preparada em uma versão mais gourmet com pimenta biquinho e cebola.

Cuscuz marroquino picante

Para quem gosta de opções picantes, a versão marroquina com curry, frango e linguiça portuguesa é uma boa pedida, que pode ser harmonizada com bebidas.

Cuscuz marroquino de frango, castanhas e uvas-passas

A receita sofisticada de cuscuz marroquino é balanceada com curry e passas, além de apresentar crocância com castanhas.

Cuscuz de camarão

Receitas com camarão sempre fazem sucesso, e o cuscuz não é exceção. Esta versão inclui ainda ervilha, azeitonas e palmito.

Cuscuz de atum e tomate seco

O atum é coadjuvante nesse prato inovador de cuscuz marroquino que dá destaque ao toque especial do tomate seco.

Cuscuz com ratatouille

O cuscuz francês (ou couscous) com ratatouille serve para impressionar com um prato rico e vegetariano, incorporando abobrinha, pimentão, berinjela, cebola roxa e ervas.

Cuscuz marroquino com maçã verde

Uma releitura do prato para quem aprecia um toque doce em receitas salgadas, inclui maçã verde, canela, uva passa branca, e amêndoas.

Cogumelos recheados com cuscuz

O cuscuz é apresentado como recheio na receita com cogumelos, que podem ser substituídos por tomates, abobrinha ou pimentão.

Cuscuz de tapioca diet

Para os amantes de doces fit, a tapioca integra a receita leve de cuscuz com leite de coco, adoçante natural e coco ralado.

Cuscuz com coco

A versão mais tradicional do cuscuz doce leva coco e leite, e funciona perfeitamente com café.